domingo, 25 de setembro de 2016

Cheiro



Damos conta de que os intervalos televisivos estão repletos de publicidades a perfumes e somos impelidos a fazer o balanço do ano que está a terminar, já que o Natal parece tão próximo…

Lembrei-me a propósito de colocar um pouco de Maroussia que me sobrou dos anos 90 e gostei. Trouxe-me recordações e imaginei-me no Oriente, fez-me regressar a sítios onde, de facto, nunca estive.
O cheiro serviu de veículo para uma viagem espaço-temporal. 



7 comentários:

  1. Vale a pena vir conhecer o Oriente.
    Tem tanto para ver.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. nã tenho por onde ir... a minha memória olfactiva prende-se às repugnâncias... principalmente hospitais e afins...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhuma enfermeira bonita, com o cabelo armado pela laca e o excesso de maquilhagem da época usava maroussia?

      Podes sempre ir onde nunca estiveste, vai a uma perfumaria ou super mercado e cheira o Maroussia pode ser que nos encontremos na viagem...

      Eliminar
    2. Nenhuma enfermeira bonita, com o cabelo armado pela laca e o excesso de maquilhagem da época usava maroussia?

      Podes sempre ir onde nunca estiveste, vai a uma perfumaria ou super mercado e cheira o Maroussia pode ser que nos encontremos na viagem...

      Eliminar