segunda-feira, 17 de abril de 2017

Escuta (des)activa

Tenho convicção de que as coisas falam sempre duas vezes.
Estou convencida de que comunicam, primeiramente, entre si formando um mundo comum para, depois, comunicarem a uma só voz.

Infelizmente, escutamo-las pouco.


sexta-feira, 14 de abril de 2017

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Estar


Pessoas que se limitam a estar fazem-me tanta falta como um cadáver à realização de uma missa de corpo presente.





quarta-feira, 5 de abril de 2017

Do tempo das lâmpadas incandescentes coloridas

Nunca me considerei muito enquadrada nesta época principalmente pela dificuldade ou aselhice que tenho em lidar com máquinas cheias de botões e aplicações cheias de códigos. No entanto, eis que chega o dia em que me vejo na necessidade de acender um candeeiro a petróleo, derivado a coisas, e percebo que isso também não é do meu tempo.
Acho que me encaixo algures pelo meio, no tempo das lâmpadas incandescentes coloridas. Os telefones ainda tinham fios, a TV já era a cores mas só tinha 4 canais, os computadores ainda ocupavam um armário da sala de jantar, o Kurt Cobain era lenda, eu ouvia  Madrugada, dEUS, Bush... e quando faltava a luz três dias seguidos usávamos velas.






terça-feira, 4 de abril de 2017