quinta-feira, 1 de junho de 2017

Let's Celebrate

Desconfio que a empresa para a qual trabalho está a exagerar naquela coisa de promover um ambiente de trabalho 'cool' já que pediu aos colaboradores que celebrem o dia da criança comportando-se como uma.
No entanto, como não quero ser a desmancha prazeres que fica de fora e já ando a pé desde as seis da manhã, estou tentada a colaborar.

Faço birra, peço à minha mãe que telefone a dizer que me dói a barriga e fico em casa.




6 comentários:

  1. Uma sábia atitude, a sua. E defenda-se, porque andam aí uns sujeitos a querer-nos transformar em clones infantis, desprotegidos.
    Como vivo à beira de uma Escola, farto-me de ver avozinhos trôpegos e cambaios das pernas, transportando pesadas mochilas, com os netinhos, à frente, saltitando e cantando de alegria.
    Viva a infância desvalida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu quando for velha vou ser uma velha a sério, toda encarquilhadinha...

      Eliminar
  2. :)) mas como é que possível comportarem-se como crianças?

    ResponderEliminar
  3. é curioso observar a inversão de papéis... as crianças têm horários complexos e preenchidos como se fossem pequenos adultos, e dos adultos espera-se comportamentos de crianças porque é giro! a parte boa de ser criança nunca nos devia de abandonar, mas neste momento ela é arrancada mal nascem... sinto que será uma falha da minha parte, nã salvar a humanidade com crianças fantásticas... mas por outro lado, quero que a humanidade falhe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És uma desgraça...estava a contar com o Super Mau Tempo para salvar o mundo, já te imaginava com as cuecas por fora de umas leggings apertadinhas e tu nem aí

      Eliminar