Peanuts

Nunca compreenderei as pessoas que, enquanto eu passava o serão sem electricidade a temer que os vidros se partissem com a força do vento cujo assobio se juntava ao som de árvores a quebrar e chapas a serem arrancadas e arrastadas, se queixavam, nas redes sociais, de que a nossa tempestade era pequena.
No estrangeiro é que é,  as tempestades são como devem ser. Aqui avisam-nos para ficar em casa a um sábado à noite e não morre ninguém...
Ficaram desiludidos?
Queriam que a tempestade fosse maior para quê?
Não percebo.



Comentários

  1. Porque adoram suor, sangue e lágrimas! É a sociedade espectáculo.
    Eu cá adorei que fosse pequenina.
    ~CC~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou acham que o país se resume a Lisboa, pensam-se pequenos.

      Eliminar

Enviar um comentário